PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Leitor cobra reembolso de agência de viagem

CVC afirma que entrou em contato com o consumidor para resolver o caso

PUBLICIDADE

Foto do author Renata Okumura

José Roberto Carvalho da Fonseca cobra reembolso da CVC referente a uma viagem cancelada em razão da covid-19.

 Foto: Pixabay

PUBLICIDADE

Reclamação de José Roberto Carvalho da Fonseca: "Comprei um pacote de viagem para mim e para a minha família programado para sair em 21 de janeiro de 2022 com destino para Fortaleza, no Ceará. Acontece que não pudemos viajar devido a pandemia da covid-19. Assim sendo, eu solicitei ao agente a devolução do dinheiro ou que o valor fosse deixado como crédito, pois pretendíamos viajar tão logo fosse possível. A CVC concedeu o crédito, porém com valor menor alegando que a companhia aérea não concordou em ressarcir o valor integral mesmo se apresentando todos os atestados médicoscomprovando a impossibilidade da viagem. Entendo que contratei a agência de viagens e não a companhia aérea, por isso não posso concordar com a alegação feita pela operadora. Eu tenho todos os contratos em questão. Complementando informo que efetuei vários contatos com a operadora e também com a franqueada e não obtive sucesso no sentido de resolver a situação. Solicito o auxílio deste jornal para resolvermos a pendência. Agradeço muito se tiver auxílio para resolver este problema que está me tirando a tranquilidade. Acredito que é dever da agência de viagens encontrar uma solução para o meu caso, pois, como eu disse, eu contratei a agência para tratar diretamente com a companhia aérea. Ou seja, não sou eu quem devo falar com a empresa aérea para cobrar algo."

Resposta da CVC: "Contatamos o cliente e confirmamos o processamento do crédito. O caso foi resolvido. Permanecemos à disposição para mais esclarecimentos."

Envie suas reclamações Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.