PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Parque Ibirapuera: leitor reclama de dificuldade para usar quadra de futebol

Segundo a Urbia, a parceria entre Gatorade e Urbia foi idealizada para fomentar e desenvolver o potencial esportivo dos visitantes do parque

PUBLICIDADE

Foto do author Renata Okumura

Valter Moreira afirma que desde que o Parque Ibirapuera, zona sul da cidade, fez parceria com a Gatorade está com dificuldade para usar a quadra de futebol.

PUBLICIDADE

Reclamação de Valter Moreira: “Vou ao Parque Ibirapuera há mais de 20 anos para jogar futebol de fim de semana, a chamada pelada, em meio a crianças e adultos obedecendo todas as regras do lazer. A cada 10 minutos, o time que perdeu sai e dá lugar para outro time que está esperando, e assim sucessivamente, de forma natural e democrática. Tudo estava funcionando muito bem, até a invasão das marcas com seus produtos e uniformes, ocupando espaços destinados a usuários. Até há alguns anos, havia duas quadras para futebol de salão. Fizeram a reforma, arrancaram as traves e transformaram em quadra de futebol ao lado em quadra somente para basquete. Restou apenas uma quadra para futebol de salão. Logo começaram a surgir grupos de 20 pessoas que montam uma barraca da Gatorade, com jovens uniformizados, ocupam a quadra, fechado entre eles, ou seja, se você não veio com a turma do Gatorade, você não pode jogar mais na quadra. O mais absurdo é que não há rodízio na prática do futebol de salão da Gatorade com alternância de equipes como fazemos na pelada. As regras da Gatorade são deles com eles mesmos, enquanto o usuário comum que frequenta o Parque do Ibirapuera fica assistindo, sem ter outra quadra para jogar. Voltei para casa e resolvi escrever o que presenciei.”

Resposta da Urbia: “A parceria entre Gatorade e Urbia foi idealizada para fomentar e desenvolver o potencial esportivo dos visitantes do Parque Ibirapuera, além de contribuir para a democratização da prática esportiva. Por isso, as atividades ministradas nos espaços são abertas ao público e totalmente gratuitas para quem deseja participar, com inscrição simples por meio da plataforma Sympla. A Urbia, gestora do Parque Ibirapuera, informa que as atividades promovidas por parceiros são voltadas para o usuário, gratuitas e em conformidade com o contrato de concessão. Nos últimos seis meses, a quadra de futsal foi utilizada em três ocasiões por Gatorade®️, que, pela alta demanda do espaço, prioriza o uso da quadra poliesportiva para execução das aulas. É importante ressaltar que o time Gatorade® permanece no local por um tempo limitado e determinado, acordado previamente com a concessionária, para que o público geral possa usufruir livremente da quadra nos demais períodos. As aulas possuem 1h de duração – das 10h às 11h da manhã. Além dos treinos gratuitos em diferentes modalidades, para atender às necessidades dos diferentes perfis de usuário que frequentam o espaço, a marca realizou melhorias nos espaços para que os visitantes possam praticar atividades de forma segura e com toda estrutura necessária. O Parque Ibirapuera acredita na democratização do esporte, por isso, nos últimos anos, ampliou a oferta de modalidades criando quadras para esportes de areia, de tênis, basquete, pickleball, além de espaços pensados para outras práticas esportivas, como a corrida e o cooper, o ciclismo e o skate.”

Posteriormente, o leitor reforçou que havia duas quadras de futebol, onde jogavam crianças em uma quadra e na outra quadra jovens e adultos. “Na reforma não nos consultaram. Arrancaram as traves dos gols de uma quadra e fizeram a terceira quadra de basquete no local. Certo sábado, eu jogava futebol com alguns jovens quando chegou uma turma uniformizada com roupas da Gatorade e disse que a gente tinha de sair, da única quadra, para eles jogarem que estava reservada para eles”, disse ele.

Movimentação no Parque do Ibirapuera, zona sul da cidade de SP. Foto: Werther Santana/Estadão - 16/03/2024

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.