PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Vila Constança: leitora cobra serviço de zeladoria em bairro da zona leste de SP

Secretaria Municipal das Subprefeituras informa que o local é um ponto viciado, que passa por constantes ações de limpeza, corte de grama e remoção de descarte irregular

PUBLICIDADE

Foto do author Renata Okumura

Marilda Alcides pede, mais uma vez, ajuda para resolver o problema de zeladoria na Vila Constança, na região leste da cidade de São Paulo. Segundo ela, é preciso realizar limpeza e poda de grama no local, assim como ter fiscailzação redobrada.

PUBLICIDADE

Reclamação de Marilda Alcides: “A Rua Humberto Dantas, na Vila Constança, zona leste, está com muito mato alto, muito lixo e entulho. Além de matagal, agora também tem fezes humanas bem onde temos que passar na escada. Embaixo dela, o mato também toma conta do canteiro, assim como o excesso de lixo. A limpeza precisa ser feita com mais frequência para evitar essa situação lastimável.”

Resposta da Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB): “A Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB) informa que o local é um ponto viciado, que passa por constantes ações de limpeza, corte de grama e remoção de descarte irregular. A SMSUB esclarece que o descarte irregular de lixo é crime ambiental, passível de multa de R$25 mil, além de prisão. A cidade de São Paulo possui um amplo conjunto de ações que auxiliam no descarte regular, como a coleta domiciliar, 126 ecopontos e a Operação Cata-Bagulho, que percorre todas as ruas de São Paulo, uma vez ao mês. Na região de Ermelino Matarazzo, por exemplo, há dois ecopontos e o mais próximo está localizado há 2,4 km de distância do endereço relatado.”

Leitora cobra serviço de zeladoria em bairro da zona leste de SP. Foto ilustrativa. Foto: Turner - stock.adobe.com

Informações complementares

Veja mais mais informações sobre Ecopontos no site. A prefeitura também reforça o serviço de Cata-Bagulho, realizado em regiões específicas em datas programadas (uma vez por mês), permitindo que os munícipes separem os objetos e materiais que desejam descartar, reduzindo a quantidade de resíduos acumulados nas ruas e nas áreas públicas.

A munícipe foi informada sobre a resposta da prefeitura. Caso necessário, a leitora pode entrar em contato novamente.

Publicidade

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.