Engana-se quem ainda pensa que cerveja só combina com o calor. Isto pode ser parcialmente verdade no caso das variedades menos encorpadas e que apresentam teor alcoólico baixo (menos de 6%), aromas cítricos e acidez elevada.

Mas estamos aqui para mostrar que a cerveja é uma bebida das mais versáteis, portanto oferece uma vasta gama de rótulos para tomar também no inverno, caracterizadas pelo seu sabor mais robusto e pelo seu teor alcoólico mais elevado, sem excluir alternativas leves e fáceis de beber, geralmente adocicadas e frutadas. Pense nas IPAs, weizenbocks e bocks, porters, dubbels, belgian dark strong ales, imperial stouts, barley wines…

Antes de tudo, apenas um toque: para ter uma experiência adequada, pense que, se a temperatura de uma cerveja leve e refrescante pode ser considerada ideal entre 4°C e 6°C , os rótulos fortes têm suas qualidades melhor apreciadas entre 10° e 13°C.

Tire a prova com algumas opções:

Stout, 375ml

Imagem do produto Wäls Petroleum

Wäls Petroleum

Cerveja de alto teor alcoólico (12%), oferece aromas complexos de chocolate belga, café e caramelo. Tais características são fruto de sua maturação em cacau belga, com sabor amargo evidenciado em equilíbrio com a potência dos maltes. Harmoniza com carnes vermelhas e sobremesas à base de chocolate ou baunilha. Possui textura encorpada, licorosa, densa e aveludada.

Demoiselle Porter, 600ml

Imagem do produto Colorado

Colorado

Uma cerveja bem escura e que leva café na sua formulação. Este café é comprado direto do produtor, moído e torrado segundo especificações da marca e macerado em água fria, para só então ser adicionado ao mosto cervejeiro. A receita leva maltes importados da mais alta qualidade e o melhor café da região da Alta Mogiana (SP).

Quadrupel, 330ml

Imagem do produto La Trappe

La Trappe

Complexa e forte, esta cerveja entrega notas de especiarias, malte e frutas secas., além de ser um excelente digestivo. É como um vinho de cevada (ou vintage beer), logo não possui prazo de validade definido, desde que conservada corretamente. Harmoniza com pratos defumados e queijos mais fortes.

Strong Golden Ale, 500ml

Imagem do produto Hocus Pocus Magic Trap

Hocus Pocus Magic Trap

De coloração amarelo acobreado, é uma bebida frutada e mais forte do que outras do mesmo estilo. Isto porque sua levedura é utilizada em temperaturas que maximizam o aroma e sabor intensos de banana. Trata-se de uma cerveja fácil de beber, mas não exatamente leve, daí seu maior atrativo.

Vintage Ale 2021, 500ml

Imagem do produto Fuller's

Fuller’s

Outra vintage beer. A receita do ano de 2021 da Fuller’s combina os maltes Pale Ale, Caragold e DRC (Double Roasted Crystal), que potencializa os aromas de toffee e uvas passas. Com corpo médio alto, ela traz aroma que remete a vinho do Porto. Seu final é levemente amargo e ácido. Aquele tipo de cerveja que pede uma degustação lenta, apreciando cada detalhe desta verdadeira joia inglesa.

Draught, 440ml

Imagem do produto Guinness

Guinness

Não poderíamos deixar de lado esta stout de alta fermentação, feita com percentual de malte torrado, que lhe confere sua marcante cor rubi vermelho escura e um paladar tostado. O lúpulo utilizado garante um distinto sabor, com excelente balanço entre o amargor e a doçura. Sua espuma densa e cremosa faz dela uma cerveja extremamente saborosa e bem robusta.

Leia mais:

Aprenda a fazer o drinque de rum perfeito (com os utensílios corretos)

Whiskies: um guia prático para escolher

Vinhos: escolha a melhor adega climatizada para você

Cuisinart oferece produtos para cozinha que aliam estética e potência

Acessórios que todo amante de whisky deve ter em casa

__

Imagem em destaque por: Phillip Glickman/Unsplash