Infográficos

O que empresas e governos pelo mundo fazem para ampliar presença feminina na liderança

Na semana passada, União Européia aprovou nova regra que separa 40% dos assentos em conselhos de administração e 33% das cadeiras executivas a mulheres; projeto no Brasil também propōe definição de cotas

Luciana Dyniewicz e Shagaly Ferreira

15 de junho de 2022 | 05h00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.