Publicidade

Publicidade

Como consertar problemas na cozinha: guia dá dicas para driblar problemas

Arroz queimado, excesso de sal e de temperos. Muitas pessoas não sabem, mas tem como resolver

A imagem ilustra uma panela vermelha com arroz e batatas cortadas em cima. Ao lado há um recipiente com sal, e ao lado um prato quadrado com duas fatias de pão de forma. Foto: Tiago Queiroz/EstadãoFoto: Tiago Queiroz/Estadão

Seja por conta de um arroz queimado ou empapado, todo cozinheiro já enfrentou problemas na execução de algum prato e precisou descartar o preparo por completo.

Uma pesquisa da Onu realizada em 2022 demonstrou que cerca de 60% dos alimentos jogados fora no Brasil são provenientes das casas de família, e por isso é imprescindível ficar de olho quanto ao desperdício.

Apesar de desconfortáveis, é possível consertar deslizes como excesso de sal, temperos e até mesmo molhos e feijões queimados evitando o descarte de alimentos. Basta atentar-se a algumas dicas de cozinha.

Arroz queimado: como consertar

Queimados são problemas comuns nas cozinhas e podem ser revertidos dependendo da intensidade.

PUBLICIDADE

Muitos destes alimentos demoram para ficarem com sabor e cheiro, mas quanto mais amido na composição do preparo em questão, mais impregnado eles vão ficar justamente pelo amido absorver outros aromas com facilidade.

Queimados mais brandos podem, sim, ser relevados. Mas quando a questão é mais agravante,”o ideal é seguirmos três passos: baixar o fogo, colocar em outro recipiente o que puder ser salvo sem raspar as laterais da panela e descartar o que foi danificado”, orienta a chef Heloisa Bacellar.

Quanto se trata de uma panela de arroz queimado, vale colocar algumas fatias de batatas cruas na superfície e para amenizar aromas e sabores amargos e na sequência transferir o restante do alimento para outro recipiente.

Molhos queimados podem ser salvos se colocados em recipientes separados da parte danificada. Foto: Arte Estadão

Excesso de sal

PUBLICIDADE

Elementos como batata são grandes aliados para o conserto do excesso de sal na cozinha do dia a dia. Neutros, eles são capazes de absorver os excessos “por conta do processo de difusão que acontece ao longo do cozimento”, conforme explica Jorge Behrens, professor da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp.

A reação fica restrita a líquidos como caldo de legumes, feijão e molhos, e não funciona com semi sólidos como geleias.

Alguns pedaços de batata podem corrigir o excesso de sal de preparos como feijão e caldos. Foto: Arte Estadão

Para amenizar o sabor do arroz salgado, a chef Heloísa Bacellar recomenda a utilização de um pão de fôrma.

“A ideia é mergulhá-lo rapidamente na panela para absorver o excesso, já que a batata não vai ter tempo de cozinhar junto com o arroz”, explica.

PUBLICIDADE

Para amenizar o excesso de sal do arroz, o indicado é mergulhar rapidamente um pãozinho de forma antes do fim do cozimento. Foto: Arte Estadão

Arroz papa

O arroz papa é um capítulo à parte na cozinha, já que existem saídas versáteis e que ajudam a evitar o desperdício. Têm como aproveitar o excesso do cozimento para transformá-lo em purê, gratinado e até mesmo incrementar sopas.

Mas para quem deseja comer o arroz sozinho, ou com um pouco de feijão, o ideal é espalhá-lo em uma fôrma para brecar o cozimento, evitando que o amido se desenvolva e empape ainda mais o alimento.

Brecar o cozimento do arroz pode ajudá-lo a desempapar. Foto: Arte Estadão

PUBLICIDADE

Como consertar molho empelotado

O segredo dos molhos feitos à base de roux é o calor, uma vez que o amido presente na farinha de trigo tem capacidade de gelatinização em contato com temperaturas mais altas. Se não cozido corretamente, o roux pode empelotar e deixar a base em questão repleta de grumos.

Dependendo da quantidade de coágulos de farinha, tem como resolver com uma peneira. “Mas se empelotar demais, vale passar no liquidificador ou no mixer, e depois pela peneira”, afirma a chef.

Molhos à base de roux que empelotaram podem ser consertados se liquidificados. Foto: Arte Estadão

Como consertar tempero em excesso

PUBLICIDADE

Temperos em excesso, sejam secos ou frescos, podem ser corrigidos por meio da diluição e adição de mais ingredientes.

“Quando adicionamos pimenta demais, ou qualquer outro tipo de tempero em excesso, o ideal é acrescentar outros ingredientes para equilibrar o preparo. No caso de sopas, pode-se acrescentar mais água e vegetais. Molhos podem ser corrigidos com adição de mais base de tomate, ou leite, no caso do molho branco”, explica Heloísa.

Para temperos excessivos o ideal é diluir a mistura e acrescentar mais ingredientes. Foto: Arte Estadão

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE