Continua após a publicidade

Receita
Sobre um suporte de bolo de vidro transparente, porções individuais de pavê de chocotone: casquinha de chocolate por fora, chantilly no centro e uma cereja fresca sobre o chantillyPavê de chocotone Foto: FELIPE RAU
Por Redação Paladar

Pavê de chocotone com cereja amarena

Uma sobremesa gelada e elegante que tem como base fatias de chocotone

DificuladePara expert
Tempo de preparoReserve um tempão
Rendimento15 porções
Um pavê em porções individuais feito com massa de chocotone e cerejas amarenas. É uma receita para aspirantes a confeiteiros, criada com exclusividade para o Paladar pela professora do curso de Tecnologia da Gastronomia do Senac - Santo Amaro, Helen Ataíde.

Ingredientes

  • 500 g de chocolate meio amargo temperado
  • 200 g de chocolate 70%
  • 1.395 g de creme de leite fresco
  • 1 fava de baunilha
  • 395 g de leite condensado
  • 395 g de leite
  • 20 g de gemas
  • 40 g de amido de milho
  • Essência de panetone
  • 300 g de chocotone
  • 250 g de cerejas amarenas cortadas em rodelas
  • 150 g de cerejas frescas para decorar
  • 30 g de açúcar refinado

Preparo

  • 1.Para a ganache, derreta em uma panela 200 g de chocolate meio-amargo
  • 2.Adicione 500 g de creme de leite fresco + a essência de panetone e misture e reserve.
  • 3.Para o creme branco, leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre, 395 g de leite condensado + 395 g de leite + 20 g de gemas + 40 g de amido de milho + meia fava de baunilha. Reserve.
  • 4.Para o chantilly, bata em velocidade alta, na batedeira, 500 g de creme de leite fresco + 30 g de açúcar refinado até formar picos e reserve.

Montagem

  1. Faça as casquinhas de chocolate meio-amargo com o auxílio de forminhas. Coloque, nessa ordem, porções de ganache, depois as cerejas em rodelas, o chocotone cortados em pedaços e umedecidos com um pouco da calda da cereja amarena.
  2. Adicione o creme branco
  3. Por último, coloque o chantilly em um saco de confeitar e arremate a sobremesa
  4. Decore com uma cereja fresca
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.