PF prende 41 em ação contra tráfico internacional de cocaína

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira 41 pessoas suspeitas de envolvimento com uma organização criminosa voltada ao tráfico internacional de cocaína. A operação foi realizada em sete Estados, além do Distrito Federal. Durante nove meses de investigação, a PF identificou a movimentação de cerca de 15 toneladas de pasta base de cocaína, sendo que quase 3 toneladas desse montante foram apreendidas, segundo o departamento de comunicação da PF em Cuiabá. "O entorpecente era fornecido à organização criminosa por dois cartéis de narcotraficantes bolivianos, os quais internavam a droga no território nacional com a utilização de aeronaves", informou a PF em seu site. A "Operação Aracne" aconteceu nos Estados de Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Maranhão, Minas Gerais, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal. A investigação demonstrou que a droga era armazenada em diversas fazendas no Mato Grosso e depois distribuída para Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Maranhão, Minas Gerais e Distrito Federal. "O lucro obtido com o tráfico era submetido a operações típicas de lavagem de dinheiro e evasão de divisas", disse a PF. Cerca de 400 policiais federais cumpriam 52 mandados de prisão preventiva e 73 mandados de busca e apreensão em 29 municípios. Os acusados responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas que podem ultrapassar 25 anos de prisão. Outros envolvidos responderão por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção ativa. (Por Tatiana Ramil; Edição de Maria Pia Palermo)

REUTERS

12 Dezembro 2008 | 18h30

Mais conteúdo sobre:
LIDOGERAL PF TRAFICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.