1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Rodoanel: Trecho Leste é entregue sem ligação até Dutra

LUCIANA COLLET - Agência Estado

03 Julho 2014 | 13h 05

A dois dias do prazo final para a inauguração de obras pelos candidatos à reeleição, o governador Geraldo Alckmin entregou nesta quinta-feira, 03, o primeiro trecho do Rodoanel Leste, entre a interligação com o Trecho Sul e a Rodovia Ayrton Senna (SP-70), sob responsabilidade da concessionária SPMar. As pistas serão liberadas ao tráfego nesta sexta-feira (4).

O trecho, de 37,7 quilômetros de rodovia, permitirá o percurso entre a Rodovia Ayrton Senna e o Trecho Sul do Rodoanel e corresponde a 87% de todo o projeto do Trecho Leste, que possui 43,5 km, indo até a Rodovia Presidente Dutra. Somadas as alças de acesso, que também são entregues agora, a rodovia atinge 52 km de pistas concluídos.

A estimativa é de que o trecho restante, entre a Ayrton Senna e a Dutra, com 5,8 quilômetros, seja entregue até setembro ou outubro, segundo informações da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), responsável pela fiscalização das obras.

Multa

A obra deveria estar pronta em março, por isso a Artesp já abriu processo administrativo para apurar a multa pelo atraso, estimada em R$ 400 mil. "O atraso é pequeno, considerando o tamanho da obra", disse a diretora geral da Artesp, Karla Bertocco, ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

No total, o investimento no Rodoanel Leste é de R$ 3,6 bilhões. A estimativa é que o trecho receba diariamente cerca de 43 mil veículos quando estiver totalmente concluído, dos quais entre 40% e 50% sejam caminhões. Pelo segmento entregue hoje, a estimativa é de que passem 33,2 mil veículos por dia.

Em nota encaminhada à imprensa, o governo de São Paulo destacou que o segmento é estratégico, porque faz a ligação das rotas entre o Aeroporto de Cumbica e o Porto de Santos, e reduzirá em pelo menos 40% o tempo de viagem do motorista que sai da Ayrton Senna com destino ao Trecho Sul. "Atualmente, utilizando a Avenida Jacú-Pêssego como alternativa, o motorista leva cerca de 38 minutos para ir da Ayrton Senna até o entroncamento com o Trecho Sul (em Mauá), considerando que o trânsito esteja bom. Pelas pistas entregues pelo governador nesta quinta-feira, o percurso poderá ser feito em 23 minutos", diz a nota.

Durante a entrega da primeira etapa das obras do Trecho Leste, Alckmin anunciou a inclusão de uma nova alça de acesso no projeto original das pistas, ligando a via à Estrada dos Fernandes, que faz ligação com as regiões do ABC e do Alto do Tietê, na divisa de Suzano com Ribeirão Pires. O prazo de execução da obra é de 12 meses.