Milícia iraquiana desafia pedido para entregar armas

Líder religioso do Exército Mehdi quer fim da ocupação dos EUA, diz assessor.

PUBLICIDADE

Por Da BBC Brasil
1 min de leitura

O clérigo xiita Moqtada al Sadr desafiou pedidos do governo do Iraque para que a milícia fiel a ele, Exército Mehdi, deponha suas armas. O armamento só será entregue a um governo iraquiano que deseje acabar com a ocupação dos Estados Unidos, disse à BBC um de seus assessores mais próximos em Basra, Hareth al-Ethari. O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, deu um prazo até 8 de abril para que as milícias entreguem suas armas em Basra, no sul do país, às forças de segurança, em troca de dinheiro. A oferta foi feita após ter esgotado um prazo inicial de três dias para o desarmamento. Na manhã deste sábado, foram registrados novamente pesados combates entre militantes e as forças iraquianas com o apoio de aviões americanos. Fontes da área médica afirmam que pelo menos 290 pessoas morreram desde terça-feira. Também ocorreram combates na cidade de Kerbala, onde fica um dos mais importantes santuários xiitas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.