PUBLICIDADE

The King's Speech leva prêmio de melhor filme do Festival de Toronto

Longa-metragem dirigido por Tom Hooper fala sobre o rei George VI

PUBLICIDADE

Por EFE
Atualização:

O público do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF) elegeu o filme britânico "The King's Speech", sobre o rei George VI, e dirigido por Tom Hooper, como o melhor longa da mostra que terminou hoje.

 

PUBLICIDADE

O outro finalista foi o também inglês "First Grader", de Justin Chadwick. O TIFF permite que o público vote pelo filme que mais gostou. Foram mais de 250 longas exibidos em sua 35ª edição que começou no dia 9 de setembro.

 

A plateia também escolheu o documentário canadense "Force of Nature: The David Suzuki Movie" como o melhor da mostra e como finalista, o último filme do chileno Patricio Guzmán, "Nostalgia da Luz".

 

O prêmio popular para melhor filme do programa "Midnight Madness" (os que projetam filmes de ficção científica e terror) foi para o americano "Stake Land", e o canadense "Fubar 2" foi o finalista.  Já o júri da Federação Internacional de Críticos de Cinema (Fipresci) premiou os filmes "Beautiful Boy" (EUA) e "L'Amour Fou" (França).

 

A imprensa especializada e o mundo da indústria do cinema qualificaram a 35ª edição do TIFF como uma das melhores na história do certame. Durante dez dias, a organização exibiu 339 filmes (258 longas e 81 curtas) procedentes de 59 países. Destes filmes, 112 foram estreias mundiais.

 

Além disso, mais de 500 diretores e atores de todo o mundo desfilaram por Toronto. O TIFF é considerado uma prévia do Oscar e é quando são iniciadas as campanhas para as nominações do festival americano.Este ano foi especialmente importante para os filmes de língua espanhola que foi representada em 20 produções, dez da Espanha e outras dez de vários países latino-americanos.

 

Foi também o primeiro ano que um filme guatemalteco, o "Marimbas del Infiero" de Julio Hernández Cordón, chegou à mostra de Toronto. Este, inclusive, chamou a atenção da mídia  especializada apesar de ser provavelmente o mais modesto, já que foi produzido com um baixo orçamento e uma câmera de fotografia. Durante o evento, foi inaugurada sua nova sede, TIFF Bell Lightbox, um impressionante edifício no centro de Toronto que conta com cinco salas de cinema, museu, sala de exposições, loja e instalações de produção e emissão.

Publicidade

 

A primeira exibição do TIFF Bell Lightbox é a mostra "Essential Cinema", que exibe objetos e fotografias emblemáticas do mundo do cinema através dos 100 filmes que os organizadores qualificaram como "essenciais".

 

A lista inclui "Cidade de Deus" (2002), do brasileiro Fernando Meirelles, "Tudo Sobre Minha Mãe" (1999), do espanhol Pedro Almodóvar, "O Labirinto do Fauno" (2006), de Guillermo del Toro, e "Viridiana (1961)" de Luis Buñuel.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.