Acusados de fingirem ser policiais se entregam no RJ

Os bombeiros Tito Livio de Paula Franco e Antônio Lázaro da Silva Franco, flagrados ontem quando, disfarçados de policiais federais, assaltaram e tentaram seqüestrar um empresário na Barra da Tijuca, se entregaram na Delegacia Anti-Seqüestro no Leblon, zona sul do Rio. Tito é lotado no gabinete do comando-geral do Corpo de Bombeiros e Antonio Lázaro trabalha na subsecretaria de Defesa Civil do Estado, de acordo com a Polícia. Informantes da Polícia Civil, ambos tinham ficha limpa e conseguiram regalias como negociar a rendição em troca de ficarem presos na DAS e não na 16ª DP, da área onde o crime foi cometido. Os dois chegaram sem algemas. A DAS não informou se apresentará os criminosos à imprensa. Uma fonte contou que os acusados eram conhecidos em Duque de Caxias como policiais e circulavam livremente na 59ª DP, onde davam plantões e atendiam ao público. O delegado titular, Antônio Flores, porém, nega essa afirmação.

PEDRO DANTAS, Agencia Estado

16 de agosto de 2007 | 15h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.