Ambev não deixa Venezuela totalmente; permanece sócia da Regional

A Ambev esclareceu nesta quinta-feira que não encerrou totalmente suas operações Venezuela e que continua presente no país sul-americano por meio da comercialização de seus produtos pela Cervecería Regional.

Reuters

21 de março de 2013 | 19h24

As companhias anunciaram em agosto de 2010 a união de seus negócios na Venezuela. Na ocasião, a Ambev informou que passaria a deter uma participação de 15 por cento na Regional, fatia que poderia aumentar para 20 por cento em quatro anos.

"O anúncio de ontem (quarta-feira, 20) está relacionado apenas com a decisão pontual de encerrar as atividades da unidade na cidade de Barquesimeto, que anteriormente pertencia à Ambev", disse a companhia em nota.

O encerramento destas operações se deu após um longo período de queda em suas vendas e participação de mercado, o que a impediu de realizar investimentos na unidade.

(Por Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSUMOAMBEVVENEZUELA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.