Apreendidos 350 kg de peixe sem refrigeração em SP

Policiais ambientais prenderam ontem um homem e apreenderam 350 quilos de peixes limpos num baú de caminhão sem refrigerador, numa colônia de pescadores de Dois Córregos, interior de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, durante a fiscalização, os policiais chegaram à colônia de pescadores e encontraram, numa das barracas, o baú com cerca de 20 caixas de peixes. "Eram quatro tipos de peixes", afirmou o delegado José Carlos Freitas. "Tilápia, corimba, mandi e corvina, que estavam prontos para serem transportados para o Ceasa." No total, foram apreendidos 350 quilos de peixes. Após a avaliação de um médico veterinário da Casa da Agricultura, a Vigilância Sanitária determinou que o produto fosse destruído por ser impróprio para o consumo. Segundo Freitas, "todo alimento apreendido já foi destruído". O dono dos peixes não estava no local no momento da chegada da polícia. Um funcionário de 49 anos, que estava com a carteira de pescador profissional vencida desde outubro de 2006, foi detido e responderá em liberdade por pesca predatória. Em Canarana e Barra do Garças (MT), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) doou 700 quilos de peixe para creches, escolas e Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). A carne, de pesca predatória, foi apreendida nos últimos 15 dias numa ação de fiscalização nas bacias dos Rios Araguaia e Xingu.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

13 de junho de 2008 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.