Aviões de guerra da Síria bombardeiam áreas controladas por Estado Islâmico

Aviões de guerra sírios bombardearam uma padaria controlada pelo Estado Islâmico na cidade de Raqqa, matando 15 pessoas em ataques aéreos neste sábado e atingindo um campo de treinamento usado pelo grupo insurgente pelo segundo dia consecutivo, de acordo com um grupo que monitora a guerra.

REUTERS

06 Setembro 2014 | 11h04

Os ataques em Raqqa, reduto do Estado Islâmico a cerca de 400 km a nordeste de Damasco, também atingiram um prédio usado como corte islâmica e outro prédio de escritórios do grupo, disse o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Rami Abdulrahman, fundador da organização, disse que a padaria era controlada pelo grupo militar. O Observatório, que reúne informação de todos os lados da guerra civil, disse que entre os mortos estavam 12 civis e ativistas do Estado Islâmico.

O Estado Islâmico, que conquistou vasto território no Iraque e na Síria, empurrou as últimas forças do governo sírio para fora da província de Raqqa no fim de agosto, quando seus combatentes tomaram uma base aérea, capturando e posteriormente executando dezenas de soldados sírios.

Em uma manchete, a TV estatal síria disse que unidades do exército haviam destruído lojas de armas e munições usadas pelos combatentes do Estado Islâmico em Raqqa, "eliminando alguns e ferindo outros em dezenas de áreas". A TV não deu mais detalhes.

O Observatório reportou que seis combatentes do Estado Islâmico foram mortos no ataque aéreo ao campo de treinamento.

 (Reportagem de Tom Perry)

Mais conteúdo sobre:
ATAQUEAEREOESTADOISLAMICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.