Bancário que matou dois garis foi preso por homicídio doloso

Duas pessoas morreram e uma ficou ferida após terem sido atropeladas na manhã deste sábado, 22, na Marginal do Pinheiros, no acesso à Ponte Ary Torres, na região do Morumbi, na zona sul de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 7h40, na pista expressa, sentido Interlagos.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

22 Outubro 2011 | 13h33

Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas eram ajudantes de jardinagem. Eles trabalhavam no local quando o motorista do Toyota Hilux perdeu o controle da direção e invadiu o canteiro. Dois deles morreram na hora. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, pousou na via para socorrer a terceira vítima, que foi levada para o pronto-socorro Santa Marcelina. Ainda não há informação sobre seu estado de saúde.

O motorista do carro, um bancário de 32 anos, foi preso em flagrante por homicídio doloso e levado para o 89ª DP (Portal do Morumbi), onde o caso foi registrado. O homem se recusou a passar pelo teste do bafômetro, mas, segundo o tenente da PM, Luís Gomes, o motorista apresentava sinais de embriaguez, como olhos avermelhados e fala pastosa. Além disso, foram encontradas garrafas de bebidas alcoólicas no veículo. Na delegacia, ele admitiu que voltava de uma "balada", onde ingeriu bebida alcoólica. O bancário foi levado ao Instituto Médico Legal para a realização de exame de dosagem alcoólica ou exame clínico.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que às 13 horas o acesso da pista expressa para a Ponte Ary Torres estava bloqueado. No horário, o motorista encontrava 7,4 km de engarrafamento, sentido Interlagos, do local do acidente até a Ponte do Jaguaré. A área está isolada para a realização da perícia técnica. Não há previsão para liberar o local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.