China põe 30 empresas em 'lista negra' de poluidores

Companhias não terão acesso a crédito; medida visa conter altos níveis de poluição no país

BBC Brasil, BBC

30 Julho 2007 | 13h56

Como parte da iniciativa para baixar os níveis de poluição do país, a China incluiu 30 empresas em uma "lista negra" de poluidores. Como punição, as companhias apontadas no documento estarão impedidas de pegar empréstimos bancários. Entre elas, estão fabricantes de aço, bebidas, comida e papel. A lista foi publicada no site da Agência Estatal para Proteção Ambiental, que não mencionou se as empresas terão direito a recurso. No início do mês, o governo já havia indicado que o Banco Central chinês e os órgãos reguladores do setor financeiro iriam cooperar para impedir que essas empresas tivessem acesso a crédito. A China abriga 16 das 20 cidades mais poluidoras do mundo. Segundo correspondente da BBC James Reynolds, é possível passar vários dias sem ver o sol em Pequim. "Tudo o que se vê é uma chocante névoa cinzenta e todos os anos centenas de milhares de pessoas morrem por doenças ligadas à poluição", diz Reynolds. No mês passado, o governo chinês reconheceu que 60% das cidades do país sofrem regularmente com a poluição do ar e não têm tratamento adequado de esgoto. Esta não é a primeira vez que a China cria "listas negras" para incluir agentes poluidores. Recentemente, o governo criou uma lista de 39 cidades onde a poluição é considerada grave. Sete delas estão localizadas no nordeste do país, onde a economia é baseada na indústria pesada. Para especialistas, a criação da nova "lista negra" não diminuirá a poluição, já que na China o desenvolvimento econômico ainda vem na frente das preocupações ambientais. Grupos de defesa do meio ambiente defendem que o país deve investir em fontes alternativas de energia se quiser realmente diminuir a poluição. Um relatório divulgado recentemente pelo Banco Mundial revelou que o custo total da poluição para o país representa cerca de 5,8% do Produto Interno Bruto.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
China poluição ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.