Corpo de neta de Portinari é cremado no RJ

A estudante Maria Candida Portinari, de 16 anos, neta do pintor Candido Portinari, morreu na noite de domingo (24) após ser encontrada desacordada no banheiro de sua casa, em um condomínio de luxo na Estrada das Canoas, em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro. Parentes suspeitam que tenha ocorrido vazamento de gás no aquecedor do banheiro. O corpo de Maria Candida foi cremado na tarde desta segunda-feira.

MARCELO GOMES, Agência Estado

25 de março de 2013 | 20h04

Maria Candida morava com os pais, João Candido e Maria Edina Portinari. A menina foi encontrada pelo pai. A jovem foi socorrida por bombeiros, mas sofreu uma parada cardíaca.

Segundo Suely Avelar, amiga da família que trabalha no Projeto Portinari, João Candido sentiu forte cheiro de gás enquanto a filha tomava banho. Ao entrar no banheiro, ele encontrou a menina submersa na banheira. O caso será investigado pela 15.ª Delegacia de Polícia (Gávea). O delegado Orlando Zaccone disse que a perícia foi feita no local no domingo. Esta semana serão ouvidos os pais e o namorado da vítima.

Tudo o que sabemos sobre:
gásnetaPortinarimorteconsolida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.