Dilma discute visita de Francisco com ministros

Participaram do encontro os ministros da Justiça, de Relações Exteriores, da Defesa e da Secretaria-geral da Presidência

JOÃO VILLAVERDE, Agência Estado

20 de julho de 2013 | 12h49

A presidente Dilma Rousseff se reuniu no Palácio da Alvorada por pouco mais de duas horas na manhã deste sábado com quatro ministros para discutir a coordenação da visita do papa Francisco ao Brasil, na segunda-feira, 22. Participaram do encontro com Dilma os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, de Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Defesa, Celso Amorim e da Secretaria-geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Depois de pouco mais de duas horas, apenas o ministro da Justiça continuava reunido com a presidente.

O governo está preocupado com as manifestações que acontecem no Rio e quer que os preparativos assegurem que não haja imprevistos na visita do papa ao País durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Durante esse período, as Forças Armadas estarão atuando na segurança, seguindo as regras da Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Isso significa que as Forças Armadas podem ser empregadas caso haja necessidade, já que a coordenação da segurança da visita está entregue ao Exército.

Na segunda-feira, Dilma chegará ao Rio de Janeiro às 15h30 para receber, às 16h, o papa na Base Aérea do Galeão. No Palácio Guanabara, ocorrerá às 17h a cerimônia oficial de chegada do Papa e, às 18h, Dilma terá um encontro privado. Às 19h, a presidente volta a Brasília.

Mais conteúdo sobre:
papa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.