Embraer faz acordo de US$4 bi com Republic Airways

A Embraer anunciou nesta quinta-feira que assinou acordo com a Republic Airways para a venda de até 47 jatos modelo 175. A operação inclui ainda opções de compra para 47 aviões adicionais, o que pode levar o valor do negócio para cerca de 4 bilhões de dólares no total, segundo preços de tabela das aeronaves.

Reuters

24 de janeiro de 2013 | 10h38

Segundo a fabricante brasileira, o acordo depende de aprovação da corte de recuperação judicial da AMR Corp. Isso porque os aviões serão operados por subsidiária da Republic nas cores da American Eagle em rotas regionais da American Airlines, empresas controladas pela AMR.

A assessoria de imprensa da Embraer informou que o acordo será levado à corte nesta quinta-feira e é possível que o contrato seja incluído na carteira de pedidos da fabricante ainda neste primeiro trimestre.

Os aviões serão configurados em duas classes de serviço, com capacidade para 76 passageiros. A primeira entrega está programada para meados deste ano.

A Republic Airways é a maior operadora de jatos da regionais da Embraer no mundo e os novos aviões encomendados foram aprimorados pela fabricante brasileira, que afirma que os modelos possuem novas pontas de asa (wingtips) e "refinamentos aerodinâmicos que reduzirão o consumo de combustível em até 5 por cento".

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais conteúdo sobre:
AEREASEMBRAERLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.