Estudante equatoriano morre em Foz do Iguaçu (PR)

Jovem foi encontrado morto no hotel que serve como alojamento para alunos de universidade

Evandro Fadel, Agência Estado

14 Maio 2012 | 17h48

CURITIBA - O estudante equatoriano Marco Santiago Bustamante Espinosa, de 21 anos, que cursava o primeiro ano de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), em Foz do Iguaçu, foi encontrado morto no hotel que serve como alojamento para os estudantes, localizado no centro da cidade, na tarde de domingo. Em razão de não ter sido observado nenhum sinal de violência, a princípio a polícia descarta a possibilidade de homicídio.

A determinação da causa da morte será feita apenas após a perícia realizar exames de necropsia, de dosagem alcoólica e patológicos. Em depoimentos informais, amigos de Espinosa disseram que ele fazia uso de medicamento controlado e teria tomado bebida alcoólica na noite anterior. O corpo foi encontrado por um colega que ocupa o mesmo quarto dele. Todas as atividades acadêmicas foram canceladas nesta segunda-feira, 14, na Unila por decisão do reitor Hélgio Trindade.

Mais conteúdo sobre:
estudante morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.