Frota de Lafite falso

Mais da metade do vinho Château Lafite vendido na China é falsa, segundo um funcionário do alto escalão do governo chinês. Existe a possibilidade de o vinho falsificado ser produzido em barcos parados em águas internacionais, afirma Xinshi Li, presidente da Academia Chinesa de Inspeção. A China é o mais importante mercado emergente de consumo de vinho no mundo. Além do Château Lafite, acredita-se que outros vinhos sejam falsificados nos barcos.

O Estado de S.Paulo

26 Junho 2014 | 02h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.