Guns N' Roses terá 5 shows no País

Turnê do mítico grupo de Axl Rose confirma estação de megaespetáculos de pop e rock; venda para Beyoncé congestiona site

Jotabê Medeiros, O Estadao de S.Paulo

23 Dezembro 2009 | 00h00

A empresa Time for Fun anunciou anteontem cinco shows no País, em março, do grupo norte-americano de hard rock Guns N" Roses. Eles tocam nas cidades de Brasília (dia 7), Belo Horizonte (dia 10), São Paulo (dia 13), Rio de Janeiro (dia 14) e Porto Alegre (dia 16).

As vendas para o primeiro show, em Brasília, começam no dia 11 de janeiro (para clientes Citibank e quem tem cartões de crédito Diners). Em São Paulo, a pré-venda começa no dia 20 e a venda para o público em geral no dia 27 de janeiro. Os locais dos shows ainda estão em negociação, segundo a Time for Fun.

É o primeiro show do Guns N"Roses no Brasil em 9 anos (a banda esteve no País para o Rock in Rio 2001). Eles reiniciam a turnê mundial do disco Chinese Democracy no dia 13 de janeiro em Winnipeg, no Canadá. O excêntrico Axl Rose, o vocalista e compositor, é o dono do Guns N" Roses. Mas a banda que volta após 9 anos, quanta diferença. Os guitarristas Robin Fink (do Nine Inch Nails) e Buckethead foram trocados por DJ Ashba e Bumblefoot. O baterista Brian Mantia (ex-Primus) foi trocado por Frank Ferrer. E foram incorporados ao grupo o "multi-instrumentista" Chris Pittman e o violonista Richard Fortus. Daquele Guns que esteve aqui há 8 anos, retornam o baixista Tommy Stinson e o tecladista Dizzy Reed.

Axl Rose é uma espécie de Michael Jackson caucasiano recluso que não dança, só corre. Também tem um coté João Gilberto - deu "cano" em diversas apresentações ao longo da carreira, o que incluiu o Rock in Rio Lisboa de 2006. Está em turnê promovendo o disco Chinese Democracy, que levou 13 anos para concluir (há 8 anos, no Brasil, o Guns já tocava faixas do álbum). A banda, segundo sua assessoria, vendeu cerca de 100 milhões de discos em todo o mundo (43 milhões só nos Estados Unidos). Lançado em novembro de 2008, Chinese Democracy veio 18 anos depois do disco anterior do Guns, e chegou ao topo das paradas - mas foi visto com reservas pela crítica.

Segundo a produção, além das composições inéditas, o show promete clássicos do Guns, como Sweet Child O" Mine, November Rain, Welcome to the Jungle, Don"t Cry e a cover de Live and Let Die, de Paul McCartney e The Wings, que foi tema de James Bond e foi regravada pelo Guns em 1991. O primeiro show no Brasil foi em 1992. A turnê Chinese Democracy começou em Taiwan e percorre Coreia do Sul, Japão, Canadá e América do Sul.

O álbum de estreia do Guns, Appetite for Destruction, de 1985, foi considerado um dos 20 melhores álbuns daquela década em lista da revista Rolling Stone. Fez história no rock com sua mistura de heavy metal setentista com punk, e baladas ácidas, tipo Sweet Child O" Mine e Welcome to the Jungle.

BEYONCÉ

Começou com grandes filas ontem a venda de ingressos para o show da cantora Beyoncé, que canta em São Paulo, no Morumbi, no dia 6 de fevereiro. O site de vendas do show, Livepass, chegou a sair do ar. "Devido à grande demanda, tivemos que limitar o número de acessos simultâneos. Por favor, tente novamente em alguns segundos", era a mensagem que se lia na tela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.