Lucro da Colgate recua 17% com queda da demanda no Brasil e China

A Colgate-Palmolive teve queda de 17 por cento no lucro do terceiro trimestre, impactado por uma demanda fraca no Brasil e na China e o dólar norte-americano mais forte.

REUTERS

24 de outubro de 2014 | 10h43

A empresa, que controla quase 45 por cento do mercado mundial de cremes dentais, disse que o lucro líquido caiu a 542 milhões de dólares, ou 0,59 dólar por ação, no trimestre, ante 656 milhões de dólares, ou 0,70 dólar por papel, um ano antes.

As vendas líquidas no mundo todo tiveram leve queda, para 4,38 bilhões de dólares.

(Por Devika Krishna Kumar)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMOCOLGATERESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.