Meirelles: economia mundial pode estar em ponto de inflexão

Apesar do tom negativo dos mercados financeiros nesta segunda-feira, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, voltou a avaliar que o pior momento da turbulência externa pode já ter passado.

REUTERS

17 Agosto 2009 | 19h33

"Não há uma tendência ainda solidificada em diversas regiões do mundo, mas não há dúvida de que a economia mundial pode estar de fato atingindo seu ponto de inflexão e de retomada gradual", disse a jornalistas quando questionado sobre os dados que mostraram crescimento da economia japonesa no segundo trimestre.

Segundo Meirelles, o Brasil mostra sinais "mais sólidos" de recuperação e as indicações são de que também tenha crescido no segundo trimestre --o que representaria a saída da recessão.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão cresceu 0,9 por cento no segundo trimestre, levemente abaixo do previsto. Apesar da taxa positiva, analistas alertaram que a recuperação ainda enfrenta um caminho tortuoso, já que é baseada em estímulos de curto prazo adotados em todo o mundo.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Mais conteúdo sobre:
MACROMEIRELLES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.