Metroviários de SP suspendem greve programada para 2ª

Metrô confirmou que categoria vai receber Participação dos Resultados, conforme acordo assinado

Solange Spigliatti, estadao.com.br

27 de fevereiro de 2009 | 12h27

Os metroviários suspenderam a ameaça de paralisação na próxima segunda-feira, segundo o sindicato da categoria. A paralisação tinha como motivo o não pagamento da Participação dos Resultados (PR) para os funcionários. De acordo com o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a Companhia do Metropolitano (Metrô) enviou correspondência na manhã desta sexta-feira, 27, para toda a categoria, confirmando o pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) a partir do dia 28 de fevereiro, conforme acordo assinado em 7 de agosto de 2008.   Com essa medida, estão suspensas a assembleia marcada para esta sexta-feira e a greve prevista para segunda-feira, de acordo com o sindicato. A categoria metroviária, segundo nota do sindicato, deveria receber a sua PLR até o dia 28 de fevereiro, conforme a cláusula 3ª do Acordo Coletivo dos metroviários, assinado no dia 7 de agosto de 2008. Às vésperas da data marcada, a gerência de Recursos Humanos do Metrô teria informado ao Sindicato que o acordo não seria cumprido, pois a Secretaria da Fazenda Estadual não teria autorizado a liberação de verba. A assessoria de imprensa do Metrô negou a informação de que teria avisado ao sindicato que o pagamento da PLR não seria feito e também diz que não procede a informação de que a Secretaria Estadual da Fazenda não havia liberado a verba destinada ao pagamento, pois o recurso do PLR é do próprio Metrô. O processo de liberação destes recursos teria seguido os trâmites normais das empresas controladas pelo Governo Estadual.   (matéria atualizada no dia 28/02 às 12h)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.