Motorista agride pedestre no Rio com barra de ferro

O funcionário público André Luiz Reuter Lima, de 45 anos, foi agredido na noite de ontem com uma barra de ferro na cabeça por um motorista enfurecido na Tijuca, zona norte do Rio. André, que estava a pé, aguardava num sinal de trânsito para atravessar a rua, com os dois filhos adolescentes e um amigo deles. Quando o motorista avançou o sinal vermelho, André teria gritado e xingado. O motorista engatou a ré e tentou atropelar o grupo, segundo policiais da 19ª Delegacia de Polícia. Como não conseguiu atingi-los, saiu do carro munido de uma barra de ferro e golpeou o funcionário público na cabeça. A polícia acredita que a barra usada poderia ser a chave de roda do carro. O agressor fugiu do local em seguida, mas os jovens anotaram a placa do carro e informaram à equipe da Polícia Militar que fica de plantão no Hospital do Andaraí, para onde André foi levado, com afundamento craniano. Segundo um inspetor da 19ª DP, os policiais conseguiram falar com o agressor por telefone nesta madrugada e ele teria afirmado que se entregaria hoje, o que ainda não aconteceu. Policiais foram até a casa dele, também na Tijuca, mas não o encontraram. A polícia já prepara um pedido de prisão preventiva, segundo o inspetor. André Luiz foi operado e respira com ajuda de aparelhos. Seu estado de saúde é grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.