Motoristas de ônibus programam paralisação em SP

O ato pode complicar ainda mais o trânsito na cidade a partir do meio-dia

Milton F. da Rocha Filho, Agência Estado

07 de maio de 2008 | 07h46

Os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo devem realizar uma paralisação das 11 horas às 14 horas desta quarta-feira, 7. A paralisação faz parte da campanha salarial da categoria, que reivindica 5,54% de recomposição da inflação sobre os salários, mais um aumento real de 5%. São 29 garagens de ônibus e 7.500 veículos.  A paralisação dos ônibus deverá ocorrer no local em que estiverem, apesar do sindicato, inicialmente, programar o retorno às garagens para novas assembléias. O ato pode complicar ainda mais o trânsito na cidade. De acordo com o sindicato da categoria, os patrões não atendem às negociações para o reajuste salarial, por isso, em pequenas assembléias, foi feito o alerta para a paralisação. O sindicato também quer que os mecânicos e funcionários que participam da manutenção dos veículos também sejam beneficiados pelo ajuste salarial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.