'Nós somos um país melhor do que este', diz Obama em discurso

Declarando que "nós somos um país melhordo que este", Barack Obama lançou uma forte investida contra orival republicano John McCain na quinta-feira, prometendoreverter os problemas econômicos dos últimos oito anos erestaurar a reputação dos Estados Unidos perante o mundo. Obama, o primeiro negro a concorrer à Casa Branca por umgrande partido, ligou McCain diretamente ao presidente GeorgeW. Bush e disse que as fracassadas políticas republicanas foramresponsáveis pelas incertezas econômicas dos EUA e um declínioda reputação global dos EUA. "Nós estamos aqui porque amamos este país demais parapermitir que os próximos quatro anos se pareçam exatamente comos últimos oito", disse Obama a uma multidão de cerca de 75 milpessoas em um estádio de futebol americano em Denver, no ato emque aceitou sua nomeação na última noite da convençãodemocrata. "Em 4 de novembro nós devemos nos levantar e dizer: 'oito éo suficiente", disse Obama. Ele fez o maior pronunciamento de sua carreira no 45oaniversário do famoso discurso "Eu tenho um sonho", de MartinLuther King, um marco no movimento dos direitos civis dos EUA. O discurso de Obama deu o pontapé inicial na corrida dedois meses contra McCain pela vitória nas eleições de 4 denovembro.

JOHN WHITESIDES, REUTERS

29 de agosto de 2008 | 00h28

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICAOOBAMADISCURSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.