Padre exige que ladrão assine recibo após assalto

O padre Rosevaldo Bahls, da Igreja Nossa Senhora do Caravaggio, em Cascavel (PR), surpreendeu um ladrão na tarde desta sexta-feira (1º) após pedir para ele assinar um recibo com o valor de R$ 200, que foi roubado da igreja. Segundo Bahls, a atitude foi tomada como uma forma de prestar contas aos fiéis. "Assim como é feito nas empresas ou em outros lugares precisava prestar contas de tudo o que saiu, assim como do que entra", contou. O ladrão, que já era procurado pela polícia e costumava assaltar igrejas havia quatro anos, foi preso e está na delegacia de Cascavel.

JULIO CESAR LIMA, Estadão Conteúdo

01 Agosto 2014 | 20h50

Em entrevista à RPC TV, o padre disse que foi surpreendido com o roubo. "Ele chegou e fomos ao confessionário; depois disse, ''eu não vim me confessar, quero cinco mil reais'', então conversamos e eu lhe entreguei R$ 200", disse. Logo depois, pediu à secretária que preparasse o recibo. O ladrão foi detido horas depois, após assaltar o pastor Jair Krack, da Igreja Luterana. "Ele já cometeu assaltos anteriormente, é uma situação complicada, mas confiamos em Deus", concluiu.

Mais conteúdo sobre:
roubo igreja assalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.