Peregrinos e fiéis já aguardam o papa em Copacabana

Com sol, mas ainda um pouco de frio, a praia de Copacabana parece receber um público ainda maior que o dessa quinta-feira, 25, quando um milhão de pessoas assistiram a missa de Acolhida da Jornada Mundial da Juventude. Faltam mais de duas horas para o início da via-crúcis do papa Francisco, marcada para as 18h desta sexta, 26, mas a "primeira fila" dos gradis na Avenida Atlântica já está tomada por peregrinos e fiéis, que lotam também as ruas de avesso à praia.

TIAGO ROGERO, Agência Estado

26 de julho de 2013 | 16h01

No metrô, quadro semelhante ao de ontem: vagões e estações de Copacabana lotadas, principalmente a Cardeal Arcoverde, a mais próxima do palco e dos pontos da via sacra.

Os peregrinos chegam a discutir entre si pelos melhores lugares em um dos trechos da avenida Atlântica, próximo ao segundo ponto da via sacra, em frente à rua República do Peru. Toda a extensão da faixa no sentido Ipanema/Leme da avenida está interditada para a passagem do papamóvel, com exceção deste trecho. Como o ponto posteriormente deve ser também liberado para o papa passar, fiéis já se posicionam no ponto onde ficarão os gradis. Eles impedem que peregrinos que estão do outro lado da avenida cruzem para a praia, o que está gerando muitas discussões.

Militares da Força Nacional de Segurança somente observam o impasse. Mesmo com o bloqueio, alguns peregrinos usam a força para passar, machucando uns aos outros. Há idosos e crianças no meio.

Tudo o que sabemos sobre:
JMJpapavia-crúcis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.