Presos em SP suspeitos de roubos a orientais

Três ladrões, entre eles um adolescente, foram surpreendidos ao invadir uma casa na Mooca

Ricardo Valota, estadao.com.br

26 Novembro 2008 | 07h16

Três ladrões, entre eles um adolescente, suspeitos de integrarem uma quadrilha que vem atacando famílias de orientais na cidade de São Paulo, foram detidos na noite desta terça, 25, no bairro da Mooca, na zona leste de SP, após invadirem mais uma casa. O trio foi encaminhado ao Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc), que investiga a quadrilha, e autuado em flagrante. Os quatro bandidos chegaram num veículo de passeio, mas apenas três deles invadiram a residência e dominaram um casal de orientais e o filho, um adolescente. Uma testemunha ligou para a Polícia Militar, que cercou a casa. Um suspeito tentou fugir pela casa ao lado, mas foi detido. Outros dois ladrões, na fuga, invadiram outra residência vizinha, onde fizeram refém um casal de idosos. Depois de cinco minutos de negociação, a dupla, armada com um revólver calibre 32, se rendeu. O quarto criminoso fugiu no veículo da quadrilha. Horas depois o carro foi localizado na garagem da casa do assaltante, que continua foragido. Com os bandidos, os PMs apreenderam um revólver calibre 32.

Mais conteúdo sobre:
crime roubo orientais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.