Seca deixa 158 cidades em situação de emergência na BA

A forte estiagem que atinge a região nordeste do País nos últimos meses deixou 158 municípios baianos em situação de emergência, segundo dados da Coordenação de Defesa Civil (Cordec) estadual. Mais de dois milhões de pessoas destas localidades estão sendo afetadas.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

23 Março 2012 | 09h01

Segundo a Defesa Civil da Bahia, a homologação de situação de emergência dos 158 municípios foi divulgada nesta sexta-feira no Diário Oficial do Estado. Diversas ações emergenciais no combate e prevenção de desastres naturais em todas as regiões do Estado estão sendo desenvolvidas, entre elas a construção de 27 mil cisternas de consumo, além de tecnologias de acesso a água para produção.

Em 2011, segundo a Cordec, várias localidades receberam ajuda de carros-pipa que abasteceram as regiões temporariamente. Quase 50 municípios e mais de 170 mil pessoas foram beneficiadas com abastecimento de água através de carros-pipa. Mais de R$ 1,2 milhão foram repassados para os municípios que firmaram convênios por conta dos problemas causados pela seca.

Piauí

O Estado do Piauí também registra estragos por conta da estiagem. Segundo o governo estadual, 53 cidades, a maior parte localizada na região centro-sul, estão em estado de emergência por causa da seca. A irregularidade nas chuvas provocaram grandes perdas na produção agrícola, provocando também a redução das reservas de água e o baixo nível dos reservatórios em diversas cidades.

Mais conteúdo sobre:
secaBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.