Quais as oportunidades e riscos da inteligência artificial um ano após o ChatGPT?

Novo episódio do Dois Pontos discute a regulação da IA no Brasil e seu impacto no trabalho e nas artes

Lançado há cerca de um ano, o ChatGPT jogou luzes sobre o campo da inteligência artificial (IA). O chatbot inteligente da OpenAI chamou a atenção de muitas pessoas fora da bolha tecnológica para o potencial da tecnologia. Para discutir sobre as oportunidades e ameaças da IA, bem como regulação e incentivos para o uso de algoritmos na sociedade, o novo episódio do Dois Pontos traz para o debate Alexandre Chiavegatto, diretor do Laboratório de Big Data e Análise Preditiva em Saúde (LABDAPS) da Universidade de São Paulo, e Diogo Cortiz, professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e pesquisador no Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR.

O episódio tem a apresentação da colunista do Estadão, Roseann Kennedy, e do editor do Link, editoria de tecnologia do Estadão, Bruno Romani.

Programa Dois Pontos da esquerda para a direita: Alexandre Chiavegatto, Bruno Romani, Roseann Kennedy e Diogo Cortiz debatem os riscos e oportunidades da IA no Brasil. Foto: Felipe Iruata/ESTADÃO Foto: ESTADAO CONTEUDO

Sobre o programa

O vodcast Dois Pontos, apresentado por Roseann Kennedy, vai ao ar às quartas-feiras, mergulhando em assuntos atuais e reunindo dois convidados em um debate.

PUBLICIDADE

Conteúdos mais recentes|Atualizadas a todo momento

PUBLICIDADE