1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


São Clemente faz homenagem às favelas na Sapucaí

THAISE CONSTANCIO - Agência Estado

02 Março 2014 | 23h 45

Soldados que lutaram em Canudos foram lembrados por formar a primeira comunidade do Rio

O carnavalesco Max Lopes trouxe duas fases da favela já na comissão de frente no desfile da escola de samba São Clemente. Na primeira fase, os excluídos, pobres e retirantes. Na segunda, a fase atual, com as periguetes, vendedores ambulantes, motoqueiros e funkeiros.

"O abre alas, que mostra a Guerra de Canudos é todo artesanal". O segundo carro retratou a primeira favela carioca: o Morro da Providência, formada pelos soldados que lutaram em Canudos.

Com apenas 15 anos, a rainha de bateria da agremiação, Raphaela Gomes, fez sua estreia no posto, vestida de funkeira e comandando o baile funk da escola de Botafogo, zona sul do Rio.

"Estou nervosa, mas amo a escola e estou preparada. A bateria vai dar um show de funk e eu vou dançar com os ritmistas", disse ela antes do desfile.

Raphaela é filha do presidente da São Clemente. "Minha grande inspiração é minha prima Bruna (Almeida) e um pouco de cada uma das outras rainha". Bruna deixou o posto quando soube que estava grávida e passou a coroa para a prima mais nova.