Russa dá à luz quíntuplas na Grã-Bretanha

Mulher desafiou recomendação de médicos russos de abortar fetos.

PUBLICIDADE

Por BBC Brasil
1 min de leitura

Uma russa deu à luz cinco meninas saudáveis em um hospital em Oxford, na Grã-Bretanha, no último sábado, desafiando a recomendação de médicos russos para optar pelo aborto de um ou mais fetos para garantir a sobrevivência dos outros. Ter quíntuplos pode ser perigoso e historicamente tem sido raro que todos os bebês sobrevivam. As cinco meninas nasceram com cinco meses e meio. A menor nasceu com pouco mais de 500 gramas, e a maior, com cerca de 900 gramas. Com ajuda financeira de uma organização beneficente russa, o casal decidiu ter os bebês na Grã-Bretanha, onde existem hospitais especializados em cuidar de bebês muito prematuros. Três meninas estão no hospital John Radcliffe, em Oxford, onde todas nasceram, e duas foram transferidas para a unidade intensiva do hospital Queen Charlotte, em Londres. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.