PUBLICIDADE

Escrever sentimentos em um papel e jogá-lo fora pode ajudar no controle da raiva; saiba por quê

Em novo estudo, pesquisadores avaliam que efeito benéfico pode estar relacionada ao descarte de um objeto associado a um sentimento negativo

PUBLICIDADE

Foto do author Ramana Rech
Por Ramana Rech

Cientistas do Japão encontraram um novo método eficiente de controlar a raiva: escrever seus sentimentos no papel e, em seguida, jogá-lo fora. Essa última etapa é a capaz de fazer a diferença na hora de suprimir a raiva.

  • A interpretação dos pesquisadores é de que ao descartar o papel é como se a pessoa pudesse também jogar a raiva fora, de forma física. Isso pode estar relacionado à associação que os seres humanos fazem de determinado objeto com um sentimento.
  • Por isso, ao descartar algo que está ligado à raiva pode resultar na eliminação daquele sentimento negativo do momento. O estudo foi publicado na terça-feira, 9, na revista Nature.
Cientistas encontraram um novo método eficiente de controlar a raiva: escrever seus sentimentos no papel e, em seguida, jogá-lo fora Foto: ADOBE STOCK

PUBLICIDADE

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores dividiram 50 estudantes universitários em dois grupos. Em ambos, os participantes tinham que escrever um breve texto sobre problemas sociais, acreditando que seriam avaliados e receberiam um feedback real de um aluno de doutorado.

Porém, o suposto feedback trouxe avaliações e notas negativas para o texto dos universitários. “Eu não consigo acreditar que uma pessoa educada iria pensar algo como isso; eu espero que essa pessoa aprenda algo na universidade”, dizia os comentários.

Depois de ler as críticas, os participantes tiveram que escrever seus pensamentos e explicar por que estavam se sentindo de determinada forma. Uma parte do grupo pôde descartar o papel, enquanto a outra apenas o virou no verso e deixou em um canto da mesa.

Os cientistas observaram que logo após receber o feedback negativo, os participantes tinham um mesmo nível de raiva. Mas, após jogar o papel fora, esse sentimento diminuiu de forma considerável entre o primeiro grupo. Já o segundo, que teve de continuar com o papel, continuou com uma raiva acima de quando começaram o experimento.

Os pesquisadores conseguiram os mesmos resultados ao conduzir um segundo experimento em que, em vez de jogar o papel fora, os participantes o colocavam um triturador.

Publicidade

Utilizar objetos físicos para lidar com certos sentimentos não é um método exclusivo para o controle da raiva. As pessoas podem, por exemplo, abraçar um animal de pelúcia quando estão com medo ou tomar um banho quente ao sentirem sozinhas, exemplifica o artigo.

Uma pesquisa anterior havia seguido um método parecido e conseguiu o mesmo efeito. Nesse caso, os participantes do experimento foram instruídos a escrever seus pensamentos negativos sobre uma dieta. Aqueles que puderam jogar o papel fora, desenvolveram uma análise menos negativa sobre a dieta em comparação com o grupo que manteve o papel.

Leia a pesquisa completa na revista Nature.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.