PUBLICIDADE

Publicidade

Bolsa de Tóquio cai 0,8% com pessimismo sobre China

Modesto aumento da produção industrial chinesa em setembro afetou ações de exportadoras

Por Ricardo Criez
Atualização:

A Bolsa de Tóquio fechou em queda nesta segunda-feira. O pessimismo sobre a perspectiva econômica global, particularmente em relação à China, continuou a afetar as ações de exportadoras, como Toyota Motor e JFE Holdings. Já os papéis da eAccess dispararam 26% com notícias de uma potencial aquisição pela Softbank.O Nikkei caiu 73,65 pontos, ou 0,8%, e terminou aos 8.796,51 pontos, após baixa de 0,9% na sessão de sexta-feira. O volume de negociações recuou para 1,37 bilhão de ações, impactado pelo feriado em outros importantes mercados, como as Bolsas de Xangai e de Hong Kong.O PMI oficial de setembro da China, anunciado no meio da sessão da manhã, não teve um impacto imediato no mercado, mas as ações continuaram a deslizar no pregão da tarde."Há muitas maneiras de ler os dados do PMI da China, mas a essência é que ele reflete um modesto aumento mensal, ou seja, ainda não há sinais reais de uma luz no fim do túnel", disse Yoshihiro Okumura, gerente da Chibagin Asset Management. "Não é porque as ações estejam baratas que elas não possam ficar mais baratas." As informações são da Dow Jones.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.