Publicidade

Publicidade

Bolsa de Tóquio fecha quase estável

 O  ímpeto de enfraquecimento do iene diminuiu, levando à realização de lucros.

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

As ações da Bolsa de Tóquio fecharam quase estáveis nesta terça-feira, uma vez que o ímpeto de enfraquecimento do iene diminuiu, levando à realização de lucros em papéis de incorporadoras imobiliárias como a Mitsubishi Estate, que avançaram após o anúncio de programa de política monetária do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês).O índice Nikkei caiu apenas 0,24 pontos, menos de 0,01%, para 13.192,35 pontos, depois da alta de 2,8% na sessão anterior. Apesar de ser uma queda pequena, o índice caiu pela primeira vez em cinco sessões.O volume de negociações permaneceu alto, totalizando 4,70 bilhões de ações sob o valor de 3,5 trilhões de ienes.As ações em Tóquio abriram em alta, uma vez que a moeda japonesa se aproximou do nível de 100 ienes por dólar, influenciada pelo anúncio do programa de relaxamento monetário do banco central. Mas a realização de lucros surgiu quando o iene parou de cair.As incorporadoras imobiliárias recuaram depois de se beneficiarem nas últimas sessões da decisão do Banco do Japão. A Mitsubishi Estate caiu 5,3%, a Mitsui Fudosan recuou 4,1% e a Sumitomo Realty & Development perdeu 3,2%.Os prudentes investidores de ações japonesas devem ser seletivos após o forte rali do Nikkei ao longo dos últimos seis meses, disse Keita Kubota, gerente de investimentos da Aberdeen Investment Management."Os preços das ações, em muitos casos, têm-se desprendido dos valores fundamentais, e isso é predominante, especialmente, em eletrônicos de consumo, com ações como a da Panasonic, Sharp e Sony, para citar alguns", disse ele.Ainda assim, uma tendência de alta em ações japonesas e uma tendência de enfraquecimento do iene devem continuar, embora de forma gradual após a maciça compra de títulos do Banco do Japão, o que manteve o yield do JGB (bônus do governo japonês) baixo em toda a curva."Investidores institucionais japoneses correram para um beco sem saída no mercado de títulos do governo", disse Hideyuki Ishiguro, estrategista sênior no departamento de estratégia de investimento da Okasan Securities. "Eles vão ter de ir aos mercados de títulos estrangeiros, o que vai induzir ao enfraquecimento do iene."Entre os motores individuais, a Hitachi subiu 1,6% depois que uma notícia do Nikkei afirmou que a empresa recebeu uma encomenda no valor estimado em 90 bilhões de ienes para fornecimento de equipamentos para o que será a maior usina de energia movida a carvão na Grécia. As informações são da Dow Jones.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.