PUBLICIDADE

Elon Musk vai construir sistema de transporte da Boring Company em Chicago

Boring Company fechou parceria com a prefeitura da cidade para lançar seu meio de transporte de massa de alta velocidade

PUBLICIDADE

Por Agências
Elon Musk é presidente da Boring Company Foto: Lucy Nicholson/Reuters

A Boring Company, empresa de Elon Musk, vai construir seu sistema de transporte subterrâneo de alta velocidade em Chicago. O novo modelo irá transportar pessoas do centro da cidade ao Aeroporto Internacional de O’Har, um dos mais movimentados do mundo.

PUBLICIDADE

Com o novo sistema, a empresa promete transportar pedestres em carros que comportam até 16 usuários. Os veículos são acoplados a placas de metais que viajam até 240 km/h por meio de um túnel. A empresa estima que o trajeto de Chicado será feito em até 12 minutos, quando atualmente a mesma viagem demora entre 30 e 45 minutos.

A Boring Company promete que os carros saiam da plataforma a cada 30 segundos e funcionem 20 horas por dia, em todos os dias da semana. Os valores do transporte ainda não foram divulgados, mas a empresa diz que a tarifa será ainda mais barata que metade do valor pago em uma viagem de táxi, mas mais caro que o preço pago em uma viagem de trem.

O projeto será financiado pela empresa sem subsídios do contribuinte, disse Collins e a empresa. O plano será anunciado formalmente pelo prefeito Rahm Emanuel na quinta-feira à tarde.

"Estamos muito animados em trabalhar com a cidade para trazer este novo sistema de transporte público de alta velocidade para Chicago!", escreveu a empresa em sua página no Twitter.

Projetos. Musk divulgou plano semelhante no mês passado em Los Angeles onde está sendo construído um modelo semelhante, de 2,7 milhas de comprimento ligando bairros da zona oeste da cidade.

Para que o plano seja colocado em prática na cidade, no entanto, a Boring Company quer uma isenção de leis ambientais. Opositores ao projeto dizem que a exigência viola uma lei estadual.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.