Analista baleado na porta de faculdade em SP tem alta

O analista de sistemas Aroldo Batista Gravi, baleado em frente à Faculdade Sumaré, em São Paulo, no final da noite de ontem, recebeu alta do Hospital das Clínica (HC), para onde foi levado às 3h10. Segundo informações do HC, ele foi baleado de raspão na cabeça e não corria risco de morte.Gravi esperava pela mulher, que estuda Ciências Contábeis na faculdade, quando foi abordado por dois bandidos em outra moto. O garupa então desceu e, armado, exigiu que a vítima entregasse o veículo. Ainda não se sabe se houve reação por parte de Gravi. Baleado de raspão na cabeça, o analista foi encaminhado ao hospital pelos Bombeiros.Os ladrões fugiram levando a moto, mas, por volta da 1h desta madrugada, o veículo foi encontrado abandonado na Rua Comendador Feiz Zarzur, em Pirituba, região noroeste da capital. A dupla segue foragida. O caso foi registrado no plantão do 14º Distrito Policial, em Pinheiros.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

04 de dezembro de 2007 | 10h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.