Avião da FAB com 11 a bordo some na Amazônia

Nove passageiros são funcionários da Fundação Nacional de Saúde; [br]um sinal de emergência foi emitido 58 minutos depois da decolagem

Tânia Monteiro e Nayanne Santana, O Estadao de S.Paulo

30 Outubro 2009 | 00h00

O avião modelo C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB) desapareceu na manhã de ontem quando realizava um voo entre as cidades de Cruzeiro do Sul, no Acre, e Tabatinga, no Amazonas. O Centro de Comunicação da Aeronáutica (Cecomsaer) informou que 11 pessoas estavam no avião. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) no Acre confirmou que sete profissionais a serviço da instituição estavam a bordo. Os demais seriam tripulantes da FAB, incluindo o piloto e o copiloto. Nenhum nome foi divulgado.

A equipe participava de operação para vacinação de 3,7 mil índios em 40 aldeias da região do Vale do Javari, no Amazonas. A ação é parceria do Ministério da Saúde com o Ministério da Defesa, batizada de Gota.

O avião decolou de Cruzeiro do Sul às 8h30 e deveria chegar à cidade amazonense às 10h15. Cruzeiro foi escolhida como base por estar na divisa do Estado com o Amazonas, perto de onde estão as tribos que foram vacinadas. A equipe chegou ao município na quarta-feira à tarde e seguia ontem de volta para Manaus.

BUSCAS

A Força Aérea Brasileira informou, à noite, que sete aeronaves da FAB e uma do Exército participavam das buscas: dois helicópteros H-60L Blackhhawk, um helicóptero HM-3 Super Cougar (do Exército), um KC-130 Hércules, um SC-95 Bandeirante, dois C-105 Amazonas e um R-99, com radar noturno. O H-60L Blackhawk, o R-99 e o avião C-105 também foram usados nas buscas pelos destroços do avião da Air France que caiu no Atlântico em maio.

Não há informações sobre o que aconteceu com o avião. O Salvaero, órgão da Força Aérea que coordena operações de busca e resgate no País, recebeu sinal de emergência da aeronave, 58 minutos depois da decolagem. A equipe de buscas que partiu de Manaus conta com a participação de dois médicos, dois enfermeiros, além de 32 militares da equipe de resgate. "Não temos informação de que a aeronave caiu", informou o Cecomsaer no meio da tarde.

A Assessoria de Imprensa do VII Comando Militar Aéreo da FAB, em Manaus, não forneceu informações e disse que todos os informes serão divulgados pelo Centro de Comunicação da FAB, em Brasília, via nota oficial.

O AVIÃO

O C-98 Caravan, de fabricação americana, é usado para o transporte de pequenas cargas e passageiros em curtas distâncias e tem capacidade para até 14 pessoas. Na FAB, o C-98 Caravan é utilizado desde 1987 em tarefas de apoio e de transporte aeromédico e no Correio Aéreo Nacional (leia mais informações abaixo).

Cruzeiro do Sul fica a cerca de 680 km de Rio Branco, capital do Acre. Neste período do ano, por causa das fortes chuvas, a estrada que liga a capital ao município está fechada. Quem sai de Rio Branco só chega a Cruzeiro do Sul por via aérea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.