Cachorro que perdeu família no Rio foge da nova casa

Foi quase um final feliz. O cachorro que comoveu o País ao ser fotografado ao lado da cova da dona depois do enterro, em Teresópolis, na região serrana do Rio, foi adotado por uma família da Barra da Tijuca, na zona oeste, mas fugiu na noite de ontem. Identificado como Leão, Caramelo e, por fim, Herói, por ter ajudado os bombeiros na localização dos corpos, o animal, criado com liberdade no mato, não se sentiu à vontade no bairro dos novos ricos do Rio.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

18 de janeiro de 2011 | 18h47

De acordo com a advogada Márcia Xerez, a nova dona, ao ser deixado na área de serviço da mansão, o cachorro parecia triste e cansado. No entanto, no meio da noite, o cão escapou pela folhagem do enorme jardim e ainda foi visto pelo vigia do condomínio quando cruzou o portão em velocidade. O homem contou que tentou alcançá-lo, mas sem sucesso.

A esperança da nova dona é que o "herói fugitivo" possa ser facilmente identificado, pois estava com uma coleira com detalhes vermelho e laranja. "Queria muito que ele tivesse uma vida feliz, depois de tudo que ele passou", lamentou Márcia.

A Comissão Especial de Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) resgatou mais de 250 animais na região serrana. Todos estão sendo levados para abrigos. A comissão já pede doações de rações, panos, jornais, papelão, focinheiras, coleiras e cercadinhos.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvascachorroCarameloRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.