Conselho de medicina vai apurar morte de garoto no Rio

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu sindicância para apurar o atendimento prestado a um menino de três anos que morreu após ser submetido a duas cirurgias consideradas simples - de adenoide e de fimose - na clínica particular Samci, na Tijuca, na zona norte da cidade. A Polícia Civil também investiga o caso.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

01 Junho 2011 | 11h55

O garoto passou pelos procedimentos no último domingo. Segundo a unidade, o pós-operatório transcorria bem até ser observada uma súbita palidez no garoto. Mesmo com tentativas de reanimação, o óbito foi dado às 18 horas devido a broncoaspiração. A família e o corpo médico da Samci foram intimados a depor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.