Copom mantém Selic na mínima de 7,25% e quebra sequência de 10 quedas

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve nesta quarta-feira, em decisão unânime, a Selic em 7,25 por cento ao ano, recorde histórico de baixa, encerrando o afrouxamento monetário iniciado há mais de um ano.

Reuters

28 de novembro de 2012 | 19h48

"Considerando o balanço de riscos para a inflação, a recuperação da atividade doméstica e a complexidade que envolve o ambiente internacional, o Comitê entende que a estabilidade das condições monetárias por um período de tempo suficientemente prolongado é a estratégia mais adequada para garantir a convergência da inflação para a meta, ainda que de forma não linear", informou o Copom por meio de nota.

Pesquisa da Reuters mostrou na semana passada que todos os 60 analistas consultados previam manutenção da taxa básica de juros neste patamar.

(Reportagem de Luciana Otoni e Tiago Pariz)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENCOPOMMANTEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.