Deputado questiona USP por terrenos

O deputado Carlos Giannazi (PSOL) deve protocolar hoje no Ministério Público de São Paulo uma representação cobrando a Universidade de São Paulo (USP) a respeito da compra de diversos terrenos fora dos câmpus da instituição.

Mariana Mandelli, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2011 | 00h00

O documento pede um posicionamento sobre um imóvel na região da Avenida Paulista, no valor de R$ 3,6 milhões; outro na Consolação, de R$ 7,4 milhões, e três unidades de estacionamento na região de Santo Amaro - duas de quantia equivalente a R$ 10,7 milhões e outra de 2,8 milhões. A USP afirma que ainda não foi notificada.

Ontem, ocorreu uma audiência pública na Assembleia Legislativa, com a presença de estudantes, professores e funcionários, convocada pelo deputado.

Como representante da USP, compareceu o professor Wanderley Messias - o reitor João Grandino Rodas não participou. No entanto, após discutir com manifestantes, Messias deixou a audiência sem discursar sobre sua posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.