Eslovênia rejeita adoção de crianças por casais homossexuais

Os eslovenos rejeitaram neste domingo uma lei que poderia levar homossexuais e adotar crianças com seus parceiros, segundo o resultado preliminar de um referendo.

REUTERS

25 Março 2012 | 16h58

O parlamento anterior, que era dominado por uma coalizão de centro-direita, incluiu o direito em junho de 2011.

Entretanto, o grupo conservador Iniciativa Civil para a Família e os Direitos da Criança foi contra a mudança e exigiu um referendo nacional sobre a questão.

Resultados preliminares divulgados pela Comissão Eleitoral mostraram que 56,5 por cento dos eleitores eram contra a lei, enquanto 43,5 por cento era a favor.

(Reportagem de Marja Novak)

Mais conteúdo sobre:
ESLOVENIA GAYS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.