Espanhol Nadal é a principal ameaça ao reinado de Djokovic na Austrália

Depois de um notável retorno em 2013, o tenista espanhol Rafael Nadal quer mais um título de Grand Slam este ano e por isso se prepara para ser a maior ameaça ao reinado de Novak Djokovic no Aberto da Austrália.

Reuters

11 de janeiro de 2014 | 13h01

Apesar de Nadal ter reafirmado sua hegemonia em Roland Garros com o oitavo título no ano passado e Roger Federer ter vencido sete vezes em Wimbledon, Djokovic transformou o Melbourne Park em seu próprio Grand Slam favorito, com quatro títulos nos últimos cinco anos.

O sérvio sofreu sua última derrota em Melbourne e pode se tornar o primeiro homem da era profissional a ganhar o título cinco vezes.

"O Aberto da Austrália é, definitivamente, meu Grand Slam mais vitorioso, meu favorito. Me encanta passar o tempo aqui", disse Djokovic, que estreará contra o polonês Lukas Lacko, número 90 do ranking mundial, na primeira rodada.

Apesar de Federer, também quatro vezes vencedor do Aberto da Austrália, e do escocês Andy Murray - campeão de Wimbledon e finalista de três dos últimos quatro anos em Melbourne - não poderem ser descartados, Nadal parece ser o tenista com maiores chances de destronar Djokovic.

O espanhol abriu a temporada com outro título no Catar e poucos fãs do tênis ficariam decepcionados se as duas semanas do Aberto da Austrália, que começam segunda-feira, forem concluídas com uma reedição da final de 2012, quando Djokovic o venceu depois de quase seis horas de partida.

(Por Nick Mulvenney)

Mais conteúdo sobre:
TENISAUSTRALIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.