PUBLICIDADE

Publicidade

Por que o Brasil tem mais de 90 mil farmácias, com concorrentes uma ao lado da outra nas ruas?

Resposta inclui vários fatores; parte do crescimento do setor pode ser creditada ao avanço das redes de drogarias

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Segundo dados do Conselho Federal de Farmácias (CFF), há cerca de 90 mil farmácias no País em comparação com 55 mil em 2003, crescimento de 63% em 20 anos. Os números consideram farmácias com inscrição ativa no órgão, requisito legal para funcionarem. Muitas vezes, farmácias concorrentes ficam uma ao lado da outra. Mas, afinal de contas, por que isso acontece?

Diferentes fatores ajudam a explicar. Um deles é o próprio crescimento do setor - impulsionado pelas grandes redes. Com forte presença em grandes cidades, as redes tiveram um crescimento de cerca de 230% em participação de mercado, desde o início dos anos 2000 até agora. A mudança nos hábitos de consumo também tem impacto: muitas farmácias hoje têm venda por conveniência e realização de exames, além de funcionarem como centros de entrega para pedidos on-line.

Brasil tem cerca de 90 mil farmácias, em comparação com 55 mil em 2003; o crescimento é de 63% em 20 anos.  Foto: Daniel Teixeira/Estadão

PUBLICIDADE

E outro fator, que ajuda a explicar as farmácias concorrentes lado a lado, é a utilização cada vez mais sofisticada de inteligência de dados para a abertura de novas unidades. Esses dados permitem que as empresas entendam se faz sentido abrir uma nova farmácia ao lado de concorrentes, em um local com grande potencial de clientes, em vez de investir em uma região com nenhuma unidade, mas sem a presença considerável de consumidores.

Quer entender melhor por que o País tem tantas farmácias? Confira a reportagem completa neste link.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.