EUA, Grã-Bretanha e Brasil condenam ataques em Mumbai

Em nota, Itamaraty diz que, até o momento, não há notícias de vítimas brasileiras em atentados na Índia

Da BBC Brasil, BBC

26 Novembro 2008 | 20h09

Governos reagiram aos atentados desta quarta-feira, 26, em Mumbai, na Índia, lamentando o ocorrido e ressaltando a disposição de ajudar o governo indiano. Segundo o Ministério das Relações Exteriores brasileiro, até o momento não há notícias de vítimas brasileiras.   Veja também: Assista ao vídeo com cenas dos ataques Ataques terroristas na Índia deixam 78 mortos Chefe da polícia antiterrorista indiana morre em atentados Hóspedes de hotéis na Índia são mantidos reféns por terroristas Confira a seguir as reações do Brasil, dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha. GOVERNO BRASILEIRO: "O Governo brasileiro recebeu com profundo pesar a notícia da ocorrência, hoje, 26 de novembro, de atentados terroristas na cidade indiana de Mumbai, em que dezenas de pessoas morreram. Ao transmitir sentidas condolências aos familiares das vítimas e ao Governo indiano, o Governo brasileiro reafirma sua condenação veemente a todas as formas de terrorismo. Segundo informações transmitidas pelo Consulado do Brasil em Mumbai, não há registro de brasileiros entre as vítimas." GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS: "Os Estados Unidos condena veementemente os ataques terroristas que ocorreram em Mumbai, Índia", diz uma mensagem do Departamento de Estado. "Nós estamos monitorando a situação com muita atenção e apresentamos nossa disposição em dar apoio ao Governo indiano neste momento em que lida com esta série terrível de ataques. Nossas condolências às famílias e amigos das pessoas que morreram ou ficaram feridas. Até este momento, não estamos cientes de nenhuma vítima americana." GORDON BROWN, PRIMEIRO-MINISTRO DA GRÃ-BRETANHA: '"Esses ataques ultrajantes serão respondidos com vigor. Eu enviei uma mensagem ao primeiro-ministro (indiano Manmohan) Singh, dizendo que a Grã-Bretanha está solidamente unida à Índia em sua resposta e oferece toda a ajuda necessária. Estão sendo adotadas medidas urgentes para oferecer toda a proteção possível aos cidadãos britânicos na região."       BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
Índia atentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.